DDD e prefixos

CABO VERDE, MG

* Antes de 3 de julho de 1999, o código DDD de CABO VERDE, MG poderia ser apresentado como 035. Hoje, segundo as regras mais aceitas de representação gráfica, o codigo de área é o 35, antes dos prefixos. Os prefixos podem conter 4 ou 5 dígitos.

Como ligar para Cabo Verde, MG

logo claro

Ligação com a operadora Claro:
02135 e Número do telefone

logo vivo

Ligação com a operadora Vivo:
01535 e Número do telefone

logo oi

Ligação com a operadora Oi:
03135 e Número do telefone

logo tim

Ligação com a operadora Tim:
04135 e Número do telefone

logo nextel

Ligação com a operadora Nextel:
07735 e Número do telefone

Abaixo a lista de prefixos desta cidade

  • 3736

Estes prefixos podem ser de toda cidade ou de zonas estabelecidas pela operadora.

 

Um pouco sobre esta cidade

Duas Versões - mais complementares que contraditórias - explicam a penetração do bandeirante em terras do atual município de Cabo Verde. Segundo a primeira, foram três irmãos (João, José e Antônio), da família Veríssimo de Carvalho, os primeiros desbravadores da região, que ali se fixaram em 1747, na extração do ouro. Diz a segunda que foram ilhéus de Cabo Verde os primeiros que ali se estabeleceram em 1750, versão que justificaria, aliás, o nome do município.

O trabalho de mineração - primeiro a que se dedicaram os desbravadores - exigiu a vinda para as lavras de escravos negros, provavelmente originários do porto de Moçambique.

Em 1766 havia já a comunidade nascente adquirido certa importância, o que iria determinar sua elevação a curato, pelo Bispado de São Paulo. Tinha então o nome de Arraial de Nossa Senhora da Assunção.

A atividade dos primeiros habitantes se concentrou de tal forma na exploração do ouro e pedras preciosas, que até os gêneros de subsistência eram então importados de localidades vizinhas. Todavia, com a progressiva exaustão das lavras, deslocou-se para a agricultura extensiva e para o pastoreio, com a formação de grande fazenda.

Sucessivas heranças fragmentaram a propriedade agrária; métodos mais intensivos de exploração do solo foram adotados. A população nesse período teve crescimento contínuo até 1938, ocasião em que passou a sofrer o impacto da atração do grande centro urbano e das zonas pioneiras, causadora da emigração de numerosas famílias cabo-verdenses para São Paulo e Paraná, onde encontravam melhores condições de vida.

Fonte: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística